Os Peixes mais cobiçados do Pantanal


DOURADO: Chamado de "o rei do rio", é um peixe de escama, majestoso, atingindo em média 17 Kg quando adulto. Ao ser fisgado pula e briga. Quando o Pantanal começa a vazar e os cardumes se mostram atacando as iscas brancas que saem dos campos para os rios, é a melhor época para pescá-los. É um excelente nadador, preferindo as águas limpas, claras e de corredeira intensa.
BAGRE: Apreciado pela saborosa carne, chega a dois quilos, não ultrapassando 30 cm. Possui nadadeiras dorsais e é desprovido de espinhos de sustentação. Seus ferrões provocam ferimentos, motivo este o qual não se pode pegá-lo com as mãos desprotegidas.
CORIMBATÁ: Sua carne é saborosa. Alcança até 60 cm de comprimento. Em outras regiões é conhecido como papaterra,grumatã,ourimatã e corimbatá
CACHARA: Pode ser identificado pelas listas laterais e no dorso. O pescador deve tomar cuidado com as espinhas nas nadadeiras. O tamanho máximo que este peixe pode atingir é 1 metro de comprimento. Alimenta-se com pequenos bagres e curimbatás. O período de reprodução ocorre de dezembro a fevereiro na cabeceira dos rios.
PACÚ: Peixe de escamas, chegando a pesar 20 Kg. Apresenta corpo ovalado e achatado com dorso em cinza escuro. O pacú prefere ficar nos campos alagadiços durante o dia e ir para os rios apenas à noite. Além de vegetação e caranguejos, é possível fisgá-los com filés de peixes, sendo preferível a utilização de frutas típicas tipo laranjinha, cajú e tucum. Sua reprodução ocorre de dezembro a fevereiro.
JAÚ: Peixe de couro, pesando até 120 Kg. É considerado um dos maiores do rio. O jaú prefere os grandes e profundos poções, sendo mais facilmente encontrado nas cheias e médias vazantes. Recomenda-se ao pescador o uso de material pesado e iscas como a tuvira, o jeju, o minhocuçu, o muçum, cascudos, ou peixes pequenos e vivos tipo traíra, piaus e piabas. Seu tamanho máximo chega a 1,3 metros com 100 kg de peso, mas há relatos de um jaú de 180 kg. Fato verídico ou apenas história de pescador?
PIAVA: Saborosa na mesa. No Pantanal sua carne é utilizada como isca de peixes grandes. É conhecido também por piaba.
PINTADO: Atingindo 65 Kg, o Pintado é um peixe de couro, caracterizando-se pelas pintas em toda a extensão de seu corpo, diferenciando-se do Cachara por suas listras transversais. Enquanto o Dourado prefere as águas mais rápidas, o Pintado prefere as mais calmas. Seu período de reprodução ocorre de dezembro a fevereiro na cabeceira dos rios.Para pescá-lo, deve-se ficar antes ou depois das corredeiras, sendo as iscas brancas e vivas são as mais recomendadas.É um peixe muito famoso pela sua carne saborosa.
PIRANHA: É, sem dúvida, um dos peixes mais famosos e típicos do Pantanal. Algumas regiões podem ser mesmo perigosas devido à grande concentração desta espécie. Podem ser encontradas durante o dia até o entardecer. É astuto e audacioso, ao menor sinal de sangue se reúnem, prontas para devorar o que quer que seja, é necessário muito cuidado para não se ferir. Possui escamas e atinge no máximo 35 cm, e não passa dos 4 quilos. No Pantanal, para se atravessar um rio com uma boiada, costuma-se sacrificar um animal alguns metros abaixo para o cardume não atacar o rebanho. A carne da Piranha é boa, apesar de espinhosa, sendo mais utilizada em caldos e sopas.
PERAPUTANGA: Nadadeiras e caudas avermelhadas, e escamas brancas pelo corpo. É ágil ao ser fisgada, atingindo mais de 50 cm de comprimento, e no máximo 1 quilo. Saborosa demais quando assada, por isso disputadíssima pelos pescadores.

Pantanal e a beleza do por do sol

Nova loja é sucesso em Chapada dos Guimarães

revistacamalote
 


Um espaço lúdico destinado à leitura. Assim é a nova loja aberta pela Revista Camalote em Chapada dos Guimarães, um dos mais belos municípios turísticos de Mato Grosso localizado há 60 km de Cuiabá. Na revistaria estão sendo expostos todos os livros, mapas, CDS de roteiros turísticos, e revistas produzidas ao longo dos últimos três anos, a estratégia é simples, criar um espaço aconchegante onde o turista possa ler apreciar todos os exemplares da Camalote, a única revista especializada em meio ambiente e turismo de 

Mato Grosso, afirma a jornalista Lauristela Guimarães, editora da Camalote.

No novo espaço da literatura, o leitor pode chegar, e confortavelmente ler todas as 23 edições da Revista Camalote já publicadas pela Primeira Página Editora, além dos livros de Oscar Niemeyer e o Livro A Copa do Pantanal, publicados pela Primeira Página no ano passado.Além disso, o leitor poderá conhecer e comprar também alguns produtos que estão sendo criados com a grife Camalote, como pen drives ecológicos, são bichos do pantanal entalhados em madeira (teca) de origem de reflorestamento.Na lojinha o leitor poderá conhecer o grande sucesso deste final-de-ano a magnífica champanheira com a marca Camalote, a peça exclusiva em teca foi desenvolvida para a Camalote pela designer Maria Amélia Zapata e foi considerada um dos mais belos e elegantes presentes de natal distribuídos para alguns parceiros. Fonte: Revista Camalote

Pousada Penhasco em Chapada dos Guimarães




Todos tem o desejo de conhecer o lugar ideal de suas vidas, o verdadeiro lugar de seus sonhos.


Se ele inclui conforto e sofisticação em meio a natureza, você pode estar sonhando com a Pousada Penhasco.


Venha sentir um clima de descontração com a vista mais deslumbrante da região e fazer com que este sonho se torne realidade.

Turismo em Mato Grosso

Hoje em dia o turismo é visto como uma indústria altamente rentável e eficaz como fonte de renda e qualidade de vida para nossa gente, sem perder de vista a manutenção e preservação do patrimônio natural, histórico e cultural do estado.

Poucos países do mundo têm a condição extraordinária de Mato Grosso, que abriga em seu território três dos mais ricos ecossistemas do globo, que são o Pantanal, o Cerrado e a Amazônia.

Mato Grosso oferece aos seus visitantes diversas modalidades de turismo:

Turismo Ecológico: Graças às belezas naturais, esta modalidade de turismo tem se desenvolvido muito no estado, principalmente no Pantanal, Chapada dos Guimarães e Araguaia. Maior planície alágavel do mundo, o Pantanal é um santuário ecológico que abriga a maior variedade de animais selvagens tropicais. Pode-se chegar ao Parque Nacional do Pantanal de barco ou avião. A sede fica em platô livre de inundação e oferece infra-estrutura adequada a visitantes e pesquisadores. Há também diversas pousadas com variados programas para turistas.
A Chapada do Guimarães apresenta imensas formações rochosas, inúmeras cachoeiras, mirantes, recantos.

Pesca Esportiva: O estado é um do principais destinos dos amantes da pesca esportiva, devido ao grande número de rios das Bacias do Prata e Amazônica. O Festival Internacional de Pesca de Cáceres é o maior festival de pesca de água doce do mundo, registrado no Guiness Book, e tornou-se referência nacional para a modalidade. Outras cidades bastante procuradas para a pesca esportiva são Alta Floresta, Barão de Melgaço, Barra do Garças e Poconé.

Cultural: A formação do estado de Mato Grosso foi marcada pela integração dos povos índigenas aqui existentes com os europeus colonizadores e mais tarde, já no final do século XX, pelos migrantes oriundos de diversoso pontos do Brasil. Isso possibilitou uma identidade cultural bastante rica e que pode ser verificada em Cuiabá e outras cidade centenárias como Cáceres, Diamantino, Poconé, Vila Bela da Santíssima Trindade. Aspectos arquitetônicos, igrejas, museus e centros culturais mostram um pouco da rica História de Mato Grosso. O folclore e o artesanto do estado também demonstra claramente toda esta integração de povos que formam a cultura mato-grossense.

Esportes Radicais: Devido às características geográficas do estado, esta modalidade de turismo começa a se desenvolver rapidamente. Esportes com rafting e rapel podem ser praticados em diversos locais do estado. O destinos mais frequentes para esportes radicais são Jaciara, Rondonópolis, Tangará da Serra, Nova Olímpia e Araguaia.
Clique nas miniaturas para ampliá-las:
















Barco Hotel Cruzeiro do Pantanal


O Barco Hotel Cruzeiro do Pantanal - catamarã - dispõe da seguinte estrutura:

Capacidade: 20 pessoas;

Comprimento: 32 metros;

Largura: 6,5 metros;

Propulsão: 2 motores MWM de 6 cilindros;

Energia: 2 geradores de 36 KVA para 110 e 220 volts;

Apoio para pesca: 10 barcos de apoio de 5,2 metros com motor de 15 HP;

1.º convés: Camarotes (suítes) para 2 ou 3 pessoas com ar condicionado, ducha quente ou fria e câmara fria para o pescado;

2.º convés: Cozinha, sala de jantar com ar condicionado, sala de TV, som, jogos, bar, vídeo, antena parabólica, deck;

3.º convés: Deck solarium, churrasqueira, ducha.

Barco Hotel Cruzeiro do Pantanal

Caixa Postal: 281 - Cáceres - MT - Brasil - CEP: 78200-000
Tele-fax: (0xx65) 3223-3423 - Celular: (0xx65) 9989-2030
E-mail: gregory@cruzeirodopantanal.com.br - Web: http://www.cruzeirodopantanal.com.br

Hotéis e pousadas no Pantanal

O PANTANAL, é a maior planície alagada do planeta, a UNESCO declara o local como uma Herança Mundial e Reserva da Biosfera, é um santuário de vida selvagem da América do Sul.

Localizado ao centro do continente, com uma área de aproximadamente 150,000 km2, o Pantanal se apresenta como uma área de transição, contendo elementos do Cerrado, das florestas Amazônica e Atlântica, da Caatinga e o Chaco Paraguaio.

Época de Cheia - Fevereiro à Abril Época de Seca - Agosto à Outubro

Esta Fantástica biodiversidade conta com: 698 espécies de pássaros, 80 de mamíferos, 260 de peixes e 50 de répteis.


Em meio a esta única e rara diversidade biológica está POUSADA ECOLÓGICA ARARAS (16º30’42,3”latitude Sul; 56º42’39,4” longitude Oeste).

Construída em perfeita harmonia com o meio ambiente, podendo ser alcançada de carro durante todo o ano através da Rodovia Transpantaneira, 132 Km (82 milhas) ao sul de Cuiabá (Capital do Mato Grosso).

Desta auto-sustentável pousada, você terá oportunidade de fazer uma observação de pássaros de primeira classe, caminhadas em uma floresta original, canoagem, cavalgada, jeep foto – safári e muito mais, tudo com assistência permanente de especializados guias com fluência em diversos idiomas.

A POUSADA ARARAS oferece uma variedade de atividades e passeios, com pouco ou nenhum impacto ambiental, porem interessantes e repletos de aventura, destacam-se entre eles:

CAMINHADAS:Permite aos visitantes o contato mais próximo possível com esta exuberante fauna e flora. CAVALGADA: Um dos melhores jeitos de explorar os campos e capões, tanto na cheia quanto na seca.
FOTO-SÁFARI: Aos lugares mais distantes, tanto de dia quanto a noite, á procura das maiores diversidades. CANOAGEM: Reme Caiaques Canadense ou até mesmo a famosa pesca de piranha são definitivamente imperdíveis se a procura é por algo um tanto aventuroso quanto relaxante.



PALESTRAS:
Após os jantares, reuniões para decisão das atividades no dia seguinte, aproveitando para discutir e aprender sobre cultura local, natureza e outras particularidades da região.

TRANSPORTES REGULARES:

De CUIABÁ (aeroporto) para POUSADA ARARAS ás 12:30 & 16:30.
Da POUSADA ARARAS para CUIABÁ (aeroporto) ás 08:30 & 12:30.

TRASLADOS PRIVATIVOS:Através de solicitação.

INCLUSO: Pernoite, pensão completa (exceto bebidas), atividades diárias, guia naturalista em ingles ou portugues. Guias fluentes nos idiomas como espanhol, francês, alemão, á solicitar.

ADICIONAL: Sessões de Relaxamento e Trabalho Corporal para aumentar os beneficios deste santuário, no corpo na mente e na alma.


Faça-nos uma consulta pelo PANTANAL EXPLORER (info@pantanalexplorer.com.br) sobre outros programas incluindo CHAPADA dos GUIMARÃESe FLORESTA AMAZÔNICA.

Tours especiaispara observadores de pássaros, fotógrafos, botânicos, aventura, cavalgada, acampamento, etc., Sob solicitação.

ARARAS ECO LODGE, construção em estilo rústico regional com 19 apartamentos Standard com ar condicionado, banheiro privativo, janelas teladas e ventilador de teto.



Excelente comida caseira, bar, piscina com área coberta, larga varanda com redes, além de dois excitantes mirantes, um no topo de uma arvore com 12m, e uma torre com 25m.



LOCALIZAÇÃO

Estrada Parque Transpantaneira Km 32 Mato Grosso - Brasil Pantanal Norte principal santuário da vida silvestre do continente sul-americano. Envolta em raro ambiente de múltipla biodiversidade, a Pousada das Araras (latitude: Sul 16o30'42,4" e longitude: Oeste 56o 42'39,4") construída em harmonia com seu contorno, com acesso durante todo o ano pela Estrada-Parque Transpantaneira, estando à apenas 132 km ao sul de Cuiabá, capital de Mato Grosso.

Reservas









 
© 2007 Template feito por Templates para Você